Policial

Tráfico de drogas

Maconha apreendida em julho renderia mais de R$ 2 milhões a traficantes (Foto: DENARC)

Um casal foi preso ontem por policiais civis da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) de Cascavel acusados de tráfico de drogas. A mulher foi presa, conforme os policiais, em um salão de beleza em Toledo. O homem já estava detido na PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel).

De acordo com a delegada Ana Cristina Ferreira da Silva, o casal é apontado como responsável pelo envio de 2.270 quilos de maconha, apreendidos em uma ação conjunta entre a Denarc de Cascavel e policiais civis do mato Grosso do Sul, em julho deste ano, em Amambaí (MS).

Conforme a polícia, a droga era transportada em um caminhão-guincho, escondida em fundos falsos preparados em vigas de concreto para construção civil; algo inédito pela polícia. A quadrilha envolvida no transporte do entorpecente era investigada pela Denarc por pelo menos dois meses.

R$ 2 milhões

O condutor do caminhão, morador de Toledo e preso em flagrante no momento da apreensão, disse que não sabia da existência da droga e que apenas teria sido contratado para levar as vigas de concreto de Coronel Sapucaia (MS) até Dourados (MS). O rapaz de 24 anos não possuía antecedentes criminais e foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. A droga está avaliada em mais de R$ 2 milhões.