Cotidiano

Trabalhos de conclusão de curso passam por avaliação

Engenheiros agrônomos entregam troféu da Areac ao acadêmico Douglas Lopes, que obteve maior pontuação na avaliação (Foto: Divulgação)

Cascavel - Cinco TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) dos acadêmicos do 10º período do curso de Agronomia da FAG (Faculdade Assis Gurgacz) foram apresentados e avaliados na noite de quinta-feira, por membros da diretoria da Areac (Associação Regional dos Engenheiros Agrônomos de Cascavel). Essa é mais uma das várias parcerias firmadas entre a Areac e o curso de Agronomia da FAG, sob a coordenação de Ana Paula Simonetti.

O primeiro trabalho foi apresentado pelo acadêmico Cleonei Alievi, que explorou como tema Doses de nitrogênio sobre diferentes populações de milho segunda safra, sob a orientação de Luiz Antônio Zanão Júnior. Em sua explanação, o acadêmico constatou que a produção de milho segunda safra tem aumentado. Citou ainda a importância do milho para o consumo humano e no trato dos animais nas propriedades.

A segunda apresentação ficou a cargo do acadêmico Gabriel Castoldi, que abordou a Variação na densidade de plantas de uma cultivar de soja com alto potencial de engalhamento, sob a orientação de Ana Paula Morais Mourão Simonetti. Segundo Castoldi, a produção atual de 114 milhões de toneladas de soja superou em 20 milhões de toneladas a produção de 2016. A área cultivada para o experimento fica em Capitão Leônidas Marques. Ao fim, o chefe do escritório regional da Seab em Cascavel, engenheiro agrônomo Manoel Chaves, disse que a pesquisa apresentada por Gabriel Castoldi atendeu a metodologia correta, com a avaliação de diversos pontos.

O terceiro trabalho apresentado ficou a cargo do acadêmico Vinicius Feitosa Teixeira Silva, com o tema Híbridos duplos de milho, obtidos a partir de híbridos simples comerciais com estimativa de capacidade geral e específica de combinação, orientado por Celso Gonçalves de Aguiar. O objetivo foi avaliar a produtividade dos híbridos duplos obtidos por intermédio de híbridos simples comerciais e a capacidade geral específica de combinação dos híbridos simples envolvidos na produção de híbridos duplos.

A quarta apresentação ficou por conta do acadêmico Douglas Felipe Lopes, coordenado por Vivian Fernanda Gai e coordenador pelo engenheiro agrônomo Elir de Oliveira. O tema explorado foi Produção de azevém consorciado com forrageiras de inverno.

O quinto é ultimo TCC apresentado, ficou a cargo da acadêmica Isabella Bonafim Rossi, com o tema Propagação de estacas lenhosas do porta-enxerto “Paulsen 1103” submetidas a estratificação em água e a frio úmido. O trabalho teve orientação da engenheira agrônoma Ellen Towes Doll Hojo e coordenado pela engenheira agrônomo Alessandra Maria Detoni.

Todos os trabalhos foram avaliados com base em itens específicos como aplicabilidade, viabilidade, relação com a profissão, impacto ambiental e apresentação.

Ao alcançar a nota de 229 pontos, o trabalho vencedor foi do acadêmico Douglas Lopes, sobre Produção de azevém consorciado com forrageiras de inverno. Além de troféu, o acadêmico também faturou uma anuidade gratuita oferecida pela Areac.

O presidente da Areac, engenheiro agrônomo Francisco Justo Júnior, disse que estes trabalhos e a parceria engrandecem a associação e a FAG, pois a luta é pela aproximação dos futuros agrônomos na defesa incansável da profissão. Já Elir de Oliveira, citou que a Areac é tida como uma das associações mais dinâmicas do Paraná e um orgulho para Cascavel.