Esporte

Seleção feminina de vôlei não pode perder nenhum set

Tóquio - Depois de sofrer uma virada incrível contra a Alemanha e quase se complicar diante da fraca equipe do México, a seleção brasileira feminina de vôlei por pouco não se complicou contra a Holanda, ontem, na segunda fase do Mundial, no Japão. O time, porém, soube crescer no momento decisivo e saiu de quadra com uma vitória por 3 sets a 2, quebrando a invencibilidade das holandesas.

A virada foi fundamental para a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães seguir viva na competição, somando agora seis vitórias e 18 pontos no Grupo E. Por outro lado, as brasileiras seguem sob imenso risco de uma eliminação precoce, uma vez que o Japão bateu o time misto da já classificada e líder Sérvia por 3 a 1 no encerramento da rodada. Assim, as asiáticas chegaram a sete vitórias e 21 pontos, mesmos números da própria Sérvia e da Holanda, agora terceira colocada pelos critérios de desempate (apenas os três melhores se classificam).

Com esse quadro já definido, a seleção brasileira enfrentará as donas da casa nesta quarta-feira, às 7h20 (de Brasília), em busca de uma vitória por 3 a 0, pela última rodada. Caso perca um set sequer, o Brasil será eliminado precocemente do Mundial.