Cotidiano

Práticas apoiadas por Itaipu vencem Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná

Itaipulândia, Santa Terezinha de Itaipu e Marechal Cândido Rondon foram as cidades premiadas.
(Foto: Divulgação )

As práticas de coleta coletiva solidária dos municípios de Santa Terezinha de Itaipu, Itaipulândia e Marechal Cândido Rondon, apoiadas pela Itaipu Binacional, foram as campeãs de suas categorias no Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná. A premiação aconteceu na noite dessa quarta-feira (5), no auditório da Fiep, em Curitiba, e contou com a participação de representantes de mais de 30 municípios do Estado.

O prêmio, que é uma iniciativa do Fórum Lixo e Cidadania e do Ministério Público do Trabalho do Paraná, selecionou os municípios com as melhores práticas de coleta seletiva e inclusão sócio-produtiva do Estado.

Itaipulândia foi a primeira colocada na categoria B, para cidades de 10 a 20 mil habitantes; Santa Terezinha de Itaipu venceu na categoria C (20 a 50 mil habitantes), com Santa Helena em segundo lugar; e na categoria D, para cidades de mais de 50 mil habitantes, a grande campeã foi Marechal Cândido Rondon.

A premiada na categoria A, para cidades com menos de 10 mil habitantes, foi Porto Amazonas.

Segundo Silvana Vitorassi, gerente do Departamento de Proteção Ambiental da empresa, a premiação “reflete o trabalho realizado por Itaipu e parceiros na região, com investimentos tanto na infraestrutura e equipamentos dos barracões, como na organização e capacitação dos catadores de materiais recicláveis e processos de educação ambiental com a comunidade”.

O trabalho com a Coleta Seletiva com Inclusão de Catadores faz parte das ações de Desenvolvimento Territorial Sustentável e Segurança Hídrica da Diretoria de Coordenação da Itaipu.

Visitas

O prêmio ocorreu em três etapas. A primeira foi a fase de apresentação de propostas. Depois de selecionadas as associações, a comissão avaliadora visitou as cidades para conhecer as práticas desenvolvidas. A terceira e última etapa foi a escolha das quatro melhores iniciativas, uma em cada categoria.

Para Rejane Paredes, uma das avaliadoras do prêmio, as associações do Oeste são exemplo para outros municípios do Paraná e do Brasil. O desejo dela é que todas as cidades tenham a mesma estrutura e benefícios dessas visitadas, fruto do investimento de Itaipu nas iniciativas. “Um exemplo é Marechal, em que a prefeitura gera a cada ano um novo contrato e faz o pagamento conforme a quantidade de lixo/resíduo reciclado. São valores que ajudam nos custos fixos e complementam a renda pelo pagamento por serviços ambientais”, destacou.

Prêmio

O Prêmio MPT Cidade Pró-Catador Paraná 2018 é uma realização do Ministério Público do Trabalho da Nona Região (MPT/PRT9) e do Instituto Lixo e Cidadania. A iniciativa tem como modelo o Prêmio Cidade Pró-Catador, oferecido nacionalmente entre os anos de 2013 e 2015 pela Secretaria Geral da Presidência da República, no qual Santa Terezinha de Itaipu já foi finalista, em 2015. Hoje a iniciativa é estadual e premia até 12 cidades paranaenses.