Cotidiano

Popular e querido Bidu

(Foto: Arquivo de família )

Liduino Dal Pont Burigo era conhecido por todos como Bidu e certamente você já ouviu falar dele ou dos deliciosos salgados da fábrica que ajudou a construir há 15 anos e que conquistou o merecido reconhecimento na cidade.

Antes do trabalho como entregador da Grazi Salgados, empresa familiar que recebe o nome de uma de suas filhas, Bidu se dedicava a serviços de chapeador. “Era o melhor chapeador de Cascavel”, enaltece a filha Talita Burigo.

Ele conquistou muitos clientes e amigos em ambos os trabalhos, diante da determinação, do carisma e da simpatia com que atendia a todos.

Nascido na cidade de Turno, em Santa Catarina no dia 30 de novembro de 1949, se casou com Bernadete em Veranapólis, no Rio Grande do Sul, e em 1985 seguiu a Cascavel, com a esposa e três filhas.

Sempre otimista

Trabalhador, tem como marca registrada o otimismo pela vida. “Era uma pessoa ativa, positiva e sempre foi muito incentivador”, lembra a filha Talita.

Quem o conheceu sabe também qual era o maior hobby que tinha na vida. Nas horas vagas, engatava o barco no carro e seguia para Boa Vista da Aparecida.

Na imensidão do rio tinha o prazer pela pescaria e passava a madrugada ao lado de bons amigos.

Alegria

A todos que tiveram a oportunidade de estar em sua companhia, não faltarão lembranças de momentos agradáveis e de alegria. Mesmo longe do carro para a entrega diária dos salgados por todos os lados da cidade e do barco que tanto o fazia bem, Bidu permanecerá presente na memória de familiares e tantos amigos.

Por conta de uma parada cardíaca, ele morreu no dia 9 de abril aos 68 anos. O sepultamento ocorreu no Cemitério do Bairro Guarujá. Bidu deixa a esposa Bernadete, duas filhas e quatro netos.