Esporte

Panorama esportivo do dia 11 de outubro de 2018

Argentina

Rival do Brasil na próxima terça-feira (16), a seleção da Argentina enfrenta hoje a equipe do Iraque, às 14h45 (de Brasília). O técnico interino Lionel Scaloni, que já não contava com Lionel Messi, fora de lista de convocados, perdeu outros cinco jogadores, que se lesionaram durante o fim de semana: o goleiro Franco Armani (River Plate), o defensor Alan Franco (Independiente), o meia Palacios (River) e os atacantes Cristian Pavón (Boca Jrs) e Gonzalo Martínez (River).

Série invicta

Além da seleção brasileira, os desfalques do River Plate, não incomodam ao Grêmio, adversário da equipe argentina na semifinal da Libertadores. É que no jogo em que perdeu o trio da seleção, a vitória por 3 a 1 sobre o Sarmiento de Resistência, no fim de semana, o River alcançou a marca de 32 partidas de invencibilidade, um recorde nos seus 117 anos de história.

Escândalo

Destaque na Copa 2018, o futebol belga sofreu um grande baque, ontem, com uma grande operação policial realizou buscas e apreensões em dez de 16 clubes da primeira divisão, em 44 localidades diferentes. O intuito da operação foi desmontar uma organização criminosa que se utiliza do futebol para praticar lavagem de dinheiro e outras atividades corruptas. Entre os suspeitos, donos de clubes, dirigentes, jogadores, empresários, treinadores e árbitros semiprofissionais.

Os envolvidos

Entre os envolvidos que já foram detidos, Mogi Bayat, ex-diretor do Anderlecht, que controla cerca de 90% do mercado de transferências belga; o atual treinador do Brugges, Ivan Leko, que conquistou o Campeonato Belga da temporada passada e os árbitros Sébastien Delferière e Bart Vertentes. Além de Herman Van Holsbeeck, que treinou o Sporting de Anderlecth (2004-2018).