Cotidiano

Meninos ficarão internados por uma semana

Mae Sai - A Tailândia conseguiu concluir ontem o resgate dos 12 garotos e do treinador que estavam presos em uma caverna alagada. Segundo os médicos, os meninos resgatados da caverna Tham Luang estão felizes e com boa saúde, mas ficarão hospitalizados por uma semana em razão do risco de infecções raras. Eles ficaram presos em uma caverna parcialmente inundada na Tailândia do dia 23 de junho até essa terça-feira, 10.

Os médicos estão conduzindo uma bateria de testes nos garotos e exames de raio-x apontaram sinais de pneumonia em dois deles. Todos estão sendo tratados com antibióticos e receberam vacinas, incluindo doses contra tétano e raiva, disse o secretário de saúde pública, Jesada Chokedamrongsuk.

Especialistas não envolvidos no tratamento dos garotos avaliam que, ainda que o risco de sérias infecções seja baixo, eles podem ter complicações de curto ou longo prazo, incluindo estresse pós-traumático.

Assim como o resgate em si, a atenção médica de um dos mais graduados médicos do governo indica a natureza excepcional da missão para salvar os garotos e seu treinador de futebol, que ficaram presos na caverna no norte da Tailândia.

Os meninos estão em diferentes estágios de recuperação. O primeiro grupo, retirado domingo, já se adaptou à luz normal. Os últimos resgatados ainda usam óculos de sol, disse o dr. Jesada. Todos estão no mesmo ambiente no Chiangrai Prachanukroh, o principal hospital da província.

Também estarão em quarentena quatro mergulhadores tailandeses que estiveram com o grupo por mais de uma semana, desde a descoberta deles. Entre eles, está o médico do Exército Phak Lohanchun, visto em um dos vídeos tratando as feridas dos garotos dentro da gruta onde se refugiaram. Os mergulhadores correm menos risco do que os meninos porque nunca estiveram malnutridos e ficaram menos tempo nas galerias subterrâneas.