Cotidiano

Maria, Maria!

Elizangela com as três filhas Marias e os dois Joãos (Foto: Divulgação)

No ano passado mais de seis mil bebês foram registrados nos cartórios em Cascavel. Maria foi o nome mais escolhido pelos pais e 291 meninas que vieram ao mundo assim foram chamadas.

O nome religioso, tema de uma das mais famosas músicas de Milton Nascimento, que registra personagens históricos e certamente alguém de nossa própria família, também foi o preferido de 2016 e nomeou outras 287 crianças.

Os dados foram apresentados pela Anoreg-PR (Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná), que revela ainda que essa tem sido a preferência das famílias ao longo dos últimos 14 anos em todo o Paraná.

O segundo nome com maior registro em Cascavel no último ano foi Arthur (177) e em seguida João (173). Este último, inclusive foi o segundo mais escolhido entre os registros de 2016 e responsável por nomear 182 bebês na cidade.

Elizangela Fernandes Dias é mãe de cinco filhos e os nomes deles lideram a lista da preferência dos cascavelenses. Embora sejam os mais comuns, trazem um significado especial para a mãe, que ainda criança já tinha em mente as escolhas.

“Morava em uma cidadezinha do interior do Mato Grosso do Sul e sempre brincava na rua. No fim do dia, deitava e observa, as três estrelas sempre juntas, que só depois fui entender que eram as três Marias. O meu sonho era que um dia pudesse chegar perto delas”, relembra Elizangela.

 

Três Marias

Obviamente, o sonho não pode ser realizado, mas a vida lhe permitiu ter sempre por perto, três Marias. “A primeira filha, que hoje tem 16 anos, recebeu o nome de Maria Eduarda, a segunda, 14 anos, Maria Luiza e a mais nova, com dez anos, Maria Clara”, diz a mãe ao citar que um pedido às filhas é de que sempre se mantenham unidas.

Antes delas, entretanto, Elizangela teve um menino, o João Vitor, hoje com 19 anos e o caçula da casa, que tem sete anos, recebeu o nome de João Pedro. “João Batista é nome do meu pai e também resolvi escolhe-lo para meus filhos”, lembra a mãe

 

Influências

Segundo o diretor da Anoreg-PR e presidente do Instituto do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado do Paraná (Irpen-PR), Arion Toledo Cavalheiro Júnior, embora existam influências “da moda”, envolvendo nomes de filhos de artistas e utilizados em novelas, eles não são os mais utilizados pelos paranaenses.

“No Paraná, ainda existe a forte preferência pelos nomes tradicionais, de origem religiosa. Além disso, muitos dos que lideram o ranking, como Maria e Ana, podem ser utilizados de forma composta para a formação de outros nomes, o que também justifica a grande utilização”, explica.

Em 2016 Cascavel contabilizou 6.031 registros nos cartórios e já no ano passado o total foi de 6.403. Isso corresponde a um aumento de 6% no número de registros na cidade.

 

 

Top 10 Cascavel – 2016

Nome       Quantidade

Maria       287

João 182

Davi 181

Arthur       171

Miguel      154 

Ana  119

Laura       108

Pedro       106

Enzo 91

Alice 86

 

Top 10 Cascavel – 2017

Maria       291

Arthur       177

João 173

Miguel 168

Davi 146

Laura       132

Ana  127

Enzo 113

Pedro 110

Alice 102