Variedades

 Lucas Milani lança novo álbum “Pqna Volta” em Cascavel 

Nova faixa e webclipe “Seu Zito” tem a participação do ícone Kid Vinil
(Foto: Divulgação )

Numa caminhada cheia pela música brasileira desde os anos 2000, Lucas Milani sabe como inovar o cenário com vastas referências.

O estilo musical do cantor e compositor carrega influências do rock nacional da década de 70 e 80, tendo como base de peso o ícone do punk Kid Vinil, artista homenageado no novo webclipe “Seu Zito”. Na faixa, a figura do rock nacional, canta ao lado de Lucas Milani sobre Zito, um personagem que era feliz, excêntrico e desapegado dos bens materiais, inspirado no carisma que o próprio Kid teve em vida.

Formado em letras, Lucas usa sua afinidade com as palavras para construir a ponte entre a poesia e a música. A união dessas duas paixões resultou em seu primeiro álbum “Pqna Volta”, fruto de um projeto literário e musical que iniciou como um sarau itinerante por vários países da América do Sul.

Com lançamento em janeiro nas plataformas digitais, o “Pqna Volta” tem inspiração no Haikai, formato japonês de poemas curtos, reverenciado pelo poeta curitibano Paulo Leminski. Em 12 faixas, o álbum reúne 12 canções autorais retiradas de seu livro homônimo, que contém 30 poemas escritos por Lucas. Para ouvir o novo álbum:

Com um repertório híbrido que incorpora a poesia entre o Folk e o Rock, as músicas do álbum traduzem o estilo de Lucas Milani, que se inspira em Los Hermanos, Tom Zé e Vinicius de Morais. A filosofia On The Road dos beatniks se manifesta nessa fabulação de sentimentos vivenciados com intensidade.

Junto ao lançamento do álbum novo, a série de 12 vídeos “Faixa a Faixa” explica a construção de cada faixa. Agora em janeiro, o artista libera parte do álbum na série: https://goo.gl/hepiQR

Em “Espera”, faixa com estilo folk e pegada melancólica, os arranjos são feitos em parceria com Kiko Zambianchi, renomado instrumentista e compositor que assina músicas interpretadas por grandes artistas como Marina Lima e Capital Inicial.

Já a “A Estrada é meu lugar”, em parceria com o cantor Landau, é uma música mais enérgica que descreve melhor o conceito do álbum: “sou assim como o vento, meu destino é caminhar”, em que evidencia a importância do caminho e não necessariamente da chegada.

Para quem gosta de rifes de guitarra e bateria, “Quando o barulho” é a faixa mais “barulhenta” do álbum. O ritmo conversa com a letra que relata inquietudes, medos e escolhas que todos carregam dentro de si, e que as curvas podem ser mais interessantes do que a linha certa e reta. Essa música e “Daqui Daquele Lugar” são as duas faixas que mais seguem a linha rock´n roll do disco e ganharam dois Lives Sessions para ilustrar esse espírito mais elétrico:

“Quando o barulho”: https://goo.gl/YXqgcz

“Daqui Daquele Lugar”: https://goo.gl/G5pCyX

Aos curiosos em conhecer este trabalho, no dia 01 de fevereiro, Lucas Milani faz show de lançamento do novo álbum “Pqna Volta” no Hooligans Pub, em Cascavel, no Oeste do Paraná.