Cotidiano

Entre os melhores do Brasil

Estudo e dedicação com preparo de café renderam prêmio (Foto: Fábio Donegá)

Bem-vindo na manhã, depois do almoço ou no período do dia da sua preferência, o café preparado por um cascavelense ganhou destaque no País.

João Augusto Michalski esteve recentemente no Rio de Janeiro, para participar do 17º Campeonato Brasileiro de Baristas, e revela qual é a bebida que o premiou como o segundo maior barista do Brasil.

“Escolhi como tema a agricultura familiar e utilizei o café do Sítio Forquilha em Dores do Rio Preto, no Espírito Santo”, diz ele. A revelação inclusive está entre as sugestões de pedido no Café Du Coin, onde trabalha há cinco anos em Cascavel.

Para chegar à conquista, no entanto, foi preciso muito mais do que saber “passar” o cafezinho. “Cada barista monta a apresentação e leva para os jurados. A gente estuda a origem do café, o processo que passa, sobre a torra e quanto mais informações repassamos, melhor somos avaliados”, explica.

Na disputa entre os cafés filtrados, os participantes precisaram preparar 12 bebidas divididas entre expressos, expressos com leite e com ingredientes de preferência de cada um deles. Tudo isso exige muita habilidade, já que o tempo corrido é de somente 15 minutos.

 

Vários prêmios

O prêmio ao vice melhor barista do Brasil, se soma a outros que ele acumula em tão pouco tempo de profissão. “Essa é a terceira vez que participo do Campeonato Brasileiro. Na categoria Latte Art, fiquei em 6º lugar em 2016 e em 4º lugar no ano passado”, compartilha.

O barista passou por cursos, está sempre em busca de informações e também atribui o conhecimento adquirido ao proprietário do café onde trabalha. “Aprendi muito com o Gabriel que também torra café e repassa a outras cidades. Além disso, oferecemos cursos aqui”, cita Michalski a dica para quem também pretende seguir esse caminho profissional.

 

Amor

Satisfeito e muito feliz com a conquista ele comprova o merecimento do prêmio pelo amor ao que faz ao servir a cada cliente no trabalho. Além da especialidade apresentada ao Rio de Janeiro o Café Du Coin tem outras 20 variedades em um ambiente aconchegante para um bom papo e um bom cafezinho.