Agronegócio

Emater estará presente em várias áreas do Show Rural Coopavel 2019

O Instituto Emater estará mais uma vez no Show Rural Coopavel promovendo a tradicional “Feira da agroindústria familiar”, onde diversos produtos artesanais podem ser encontrados: diferentes tipos de queijos, embutidos, doces, geleias, suspiros, sorvetes, conservas, molhos, patês, derivados de cana de açúcar, pães caseiros, pão de milho, pão de biomassa, bolachas caseiras, macarrão e outros produtos coloniais. Além dos tradicionais produtos ofertados, um dos produtores premiados no concurso Café Qualidade Paraná 2018 também estará na feira. 

Entre os expositores selecionados, estão 9 associações e cooperativas e diversos empreendimentos familiares de 18 municípios do Paraná. Todos os   empreendimentos participantes da feira durante o Show Rural  recebem assistência técnica do Instituto Emater na implantação das agroindústrias, orientação para regularização e capacitação em Boas Práticas de Fabricação e para diversificação de produtos.

A feira é uma excelente oportunidade para adquirir produtos artesanais e de qualidade diretamente do produtor e estará aberta ao consumidor a partir do dia 3 de fevereiro, domingo. 

Barracão do artesanato

O Instituto Emater em parceria com as prefeituras municipais e associações de artesãos apresenta no Barracão do Artesanato peças maravilhosas em tecido, madeira, palha, fios confeccionadas pelas mulheres e artesãos de 26 municípios. 

Venha conhecer esse espaço e ver com os próprios olhos as peças elaboradas pela nossa gente da região oeste do Paraná. 

Casa econômica sustentável 

Atualmente o meio rural está produzindo lixo reciclável. O que fazer como esse material? O que pode ser reaproveitado poderá ser observado na Casa econômica sustentável. 

Neste espaço os visitantes poderão verificar as ideias para produzir móveis, jardins e hortas suspensas, bem como produzir objetos de decoração uteis.

Outra proposta é demonstrar como aproveitar as caixas de leite da área urbana para fabricar, de forma artesanal telhado térmico para serem utilizados, principalmente pelas famílias que tem casas sem laje e com cobertura de telhas de amianto, que podem ser aproveitadas nas construções rurais.

Na casa econômica sustentável os visitantes também poderão verificar as varias opções para economizar com material de limpeza e higiene, tais  como sabonete, sabão e amaciantes de roupa.

Cozinha da roça

Neste ano, o Instituto Emater escolheu o Inhame como a estrela da cozinha da roça, como forma de resgatar este tubérculo que, antigamente era muito consumido pelas famílias do meio rural na produção de pães e no preparo de vários pratos. O inhame está sendo esquecido pela nova geração do rural, mas está sendo procurado na área urbana pelo fato de ser um alimento  rico em fibras, uma ótima fonte de carboidrato, rico em vitamina C, que ajuda o sistema imunológico e é rico em potássio, mineral importante para o controle da pressão arterial e hormonal.  

Vale a pena conferir na cozinha experimental a demonstração de receitas, tais como: leite condensado de inhame, maionese de inhame, sorvetes diversos tendo como base o inhame, entre outras. Quem participar, receberá uma cartilha com todas as receitas. 

Cantinho saúde melhor

A proposta neste espaço é demonstrar como produzir em pequenos espaços plantas medicinais, temperos diversos, verduras, tubérculos que servem de alimentos e podem ser utilizados como folhagens ornamentais. A grande novidade é a Moringa que hoje está sendo utilizada tanto no preparo de pratos ou ingerida  como suplemento alimentar, além do Ora pro nobis.

Olericultura 

Serão apresentadas coleções de tomates, pimentões e pimentas, tecnologia de produção em ambiente protegido desde a produção da muda até a colheita.

Enxertia em tomates, tecnologia eficiente para a convivência da produção contra a murcha bacteriana e nematóides do ambiente;

Tecnologia de produção de alface, morango semihidropônico, pepino e feijão vagem conduzidos verticalmente;

Nutrição de plantas, conhecimento sobre os nutrientes essenciais para a produção de hortaliças, formulação e manejo da solução nutritiva para a produção de hortaliças no sistema hidropônico e semihidropônico.

Fruticultura

  • Cultivo de uva em diversos sistemas de condução;
  •  Plantio, condução e demais tratos culturais de diversas espécies frutíferas, como caqui, figo, banana e goiaba;
  •  Planejamento de pomar caseiro visando produção e consumo de frutas o ano inteiro;
  • Produção de mudas de qualidade na propriedade através da técnica da enxertia;
  •  Produção da calda sulfocálcica a partir de cal virgem, enxofre e água, importante insumo utilizado na fruticultura que visa a diminuição de agentes que possam prejudicar a produção, como insetos, fungos e ácaros.

Formiga cortadeira 

  • Importante praga da região e em diversas regiões do Paraná, (manejo obrigatório conforme legislação estadual – Resolução SEAB 12/1990 e Portaria ADAPAR, 212/2015);
  •  Como se formam os formigueiros e se multiplicam;
  •  Identificação das principais espécies, prejuízos e estratégias de controle.

Apicultura

Na apicultura serão apresentadas tecnologias na produção de mel, cera, pólen e própolis. Será enfatizada a questão ambiental no tocante a sustentabilidade social, econômica e ambiental.

Ainda serão apresentadas opções de plantas floríferas como pastagem apícola, tais como manjericão, alfafa argentina, camomila, girassol, cosmos, entre outras.

Haverá exposição de uma colmeia dentro de um telado.

Exposição de um derretedor de cera por energia solar. 

Pecuária Leiteira

Uma cadeia produtiva importante para o estado do Paraná para os agricultores familiares é a bovinocultura de leite e que está em constante desafio para o aumento da produtividade e da renda dos produtores de leite. Para tanto, torna-se importante a difusão das principais tecnologias norteadoras da produção de leite sustentável. O Instituto EMATER  apresentará ao público do Show Rural 2019, algumas das principais tecnologias que ajudam o produtor de leite neste desafio, sendo elas:

- Qualidade do Leite – Impactos na produção e na renda;

- Ração caseira – Suplemento de baixo custo;

- Forrageiras – escolha, implantação, renovação, recuperação e manejo das  principais forrageiras para produção de leite;

- Plantas Tóxicas para bovinos;

- Sistema de integração lavoura-pecuária: consórcio milho/pastagem, soja/milheto;

- Diarréia em bezerras: prevenção e tratamento; 

- Resultado de Unidades de Referência na região oeste do Paraná.

Piscicultura 

Demonstração de todas as fases da criação de tilápias, construção de tanques, tratamento de água e sistema escoamento de monges, com amostra de vários utensílios e equipamentos usados na atividade, tais como aeradores; manejo da piscicultura e tanque de decantação para purificação das águas usadas. 

Grãos 

A área de grãos sustentáveis trabalhará 5 eixos principais: Manejo Integrado de Pragas e Doenças – MIP e MID, Manejo da Fertilidade do Solo, Tecnologia de Aplicação e Infiltração de água no solo.

O público terá oportunidade de conhecer os resultados e o trabalho realizado pelo Instituto EMATER e seus parceiros no monitoramento da ferrugem asiática da soja por meio da metodologia de campo e do programa ALERTA FERRUGEM, bem como o monitoramento de pragas e a redução do uso dos defensivos agrícolas.

No manejo da fertilidade do solo a equipe demonstrará as demandas nutricionais para os principais grãos e formas para atender esta demanda, melhorando a estrutura física e química do solo, sem elevar o custo de produção.

Tecnologia de aplicação: Demonstração prática e técnica da importância da regulagem adequada do pulverizador, uso de bicos corretos, como evitar a deriva e otimizar as operações de pulverização.

Para chamar a atenção dos agricultores sobre a importância da rotação de culturas, do manejo adequado da palhada para cobertura do solo e como estes fatores interferem diretamente na capacidade de retenção e armazenamento de água do solo, será instalado um infiltrômetro, aparelho que mede em tempo real a capacidade de infiltração de água no solo.

 

 

 

 

Turismo rural

 

Para o espaço do turismo rural na área do Instituto EMATER, teremos várias atrações, envolvendo o turismo de lazer, de aventura, gastronômico, cultural, religioso e regiões turísticas apresentando seus produtos.  E, para mostrar a atividade do turismo rural nas propriedades estaremos apresentando alguns circuitos da região e do estado onde a atividade vem sendo desenvolvida junto aos agricultores.

Dentre os atrativos teremos os jogos rurais que contemplam atividades de lazer, tais como: Carrinho de madeira com volante e freios onde o participante é conduzido por um colega para um passeio no gramado. Termos também uma seta com uma bola de pano para tiro ao alvo no pneu, onde o ganhador recebe um brinde, este atrativo é utilizado nos jogos rurais nas propriedades que recebem visitantes. Para o divertimento de nossos visitantes teremos algumas pernas de pau para caminhar na grama com orientadores para proporcionar segurança aos participantes.

 

 

Vitrine agroecológica

 

A área de egroecologia conta com 2.600 m² e representa uma propriedade agrícola, conduzida segundo os princípios e as práticas agroecológicas, em um sistema diversificado que inclui a produção de grãos, frutas, hortaliças, plantas medicinais, sistema agroflorestal e silvipastoril, além de bioconstruções, como a estufa de bambu, barracas para feiras e a cisterna de ferrocimento

O objetivo dessa área é difundir as tecnologias e os princípios agroecológicos que possam reduzir os custos de produção, aumentar a rentabilidade e reduzir os impactos ambientais. Devido ao destaque que a área de Agroecologia tem dentro do evento, principalmente por se diferenciar dos demais estandes, é necessário apresentar inovações que atendam às expectativas dos visitantes. 

Serão apresentadas diversas espécies de PANCs- Plantas alimentícias não convencionais, plantas medicinais, maquina adaptada a agricultura familiar, preparo de caldas, flores tropicais, hortaliças e condimentos em canteiros suspensos, diversas variedades de grãos de feijões, arroz, milho e amendoim e na área pecuária diversos alimentos alternativos e a criação de caprinos.

 O planejamento e a condução são feitas em parceria por várias instituições e/ou organizações: INSTITUTO EMATER, IAPAR, CPRA, COOPAVEL, EMBRAPA, ITAIPU BINACIONAL, BIOLABORE, CAPA, FUNDETEC, GEBANA, UFPR e UNIOESTE.

 

 

Projeto de Valorização Ambiental 

 

No ano passado falamos sobre a importância água e dos cuidados para mantê–la potável. Este ano o projeto mostra o controle da erosão com velhas e boas práticas  que funcionam muito bem na conservação do solo e no controle da erosão. 

Venha conferir na área da Emater ao lado do bosque.

 

 

Paisagismo

 

 

Não há com ser diferente neste ano, as cores dominam o parque de eventos SHOW RURAL Coopavel com as 350.000 mudas distribuídas em oito espécies de flores predominantes. O colorido vai do rosa bebê ao vermelho sangue, do lilás claro ao roxo passando pelo azul céu. Espalhadas por todos os cantos vão tornando o passeio dos visitantes mais agradável ainda.

O mirante apresenta neste ano  ‘’A Família’’, como núcleo primeiro e mais importante na construção de uma sociedade com mais valores morais  e éticos. Por um país melhor, por um mundo melhor.