Educação

Educação atrai mais alunos

A Secretaria de Educação deu a “largada” das Escolas de Governo de 2019 (Foto: Silvio Matos)

A secretária de Educação de Cascavel, Marcia Baldini, abriu ontem a nova série das Escolas de Governo do prefeito Leonaldo Paranhos. Ao apresentar os números da pasta, destacou o aumento de alunos na rede pública municipal, o qual atribuiu ao aumento da qualidade do ensino e à própria crise econômica.

“Nosso serviço vem melhorado muito. Cardápios variados, escolas em área de carência com alimentação reforçada... construção, reforma e ampliação de escolas e Cmeis [Centros Municipais de Educação Infantil]. São muitas ações que estão trazendo novos alunos para a rede. E nós estamos nos adaptando à nova demanda vinda da rede particular”, disse.

Segundo ela, para este ano a expectativa é atender 19,5 mil estudantes e são esperadas mais 400 matrículas, ou seja, cerca de mil alunos a mais que em 2017, quando Marcia assumiu a secretaria.

Na Escola de Governo também foram apresentados os números de autorizações e renovações de funcionamento de escolas e Cmeis. Nos dois primeiros anos de mandato, 80 prédios foram regularizados e mais seis aguardam a autorização: “Estamos trabalhando para cada vez mais aumentar esse número e ficarmos com as escolas regularizadas”, afirma Marcia.

Investimento planejado

O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, reforçou que os investimentos estão saindo do papel de maneira planejada: “Tudo está sendo feito em conjunto. Por exemplo, se reforçamos a merenda em escolas que estão em região de vulnerabilidade social, as crianças ficaram mais saudáveis e menos doentes. Em consequência, diminuímos a demanda na saúde”.

Robótica e merenda

A secretária de Educação, Marcia Baldini, destacou a ampliação de aulas de robótica na rede municipal. Em 2018, eram dez escolas contempladas, neste ano, a robótica estará presente em 18 instituições.

Quanto à merenda escolar, Marcia revelou que ano passado foram servidas mais de 13 milhões de refeições, cerca de 68,8 mil por dia em todas as instituições de ensino municipal de Cascavel.

Avançamos muito

O promotor de Justiça Luciano Machado de Souza, que acompanha de perto a falta de vagas nos Cmeis, disse que isso ainda é o maior problema do Município, mas que Cascavel está se empenhando.

A fila de espera ainda tem mais de 3 mil crianças. Desde 2017, e considerando as novas vagas previstas para este ano, haverá acréscimo de 1,7 mil crianças atendidas pelos Cmeis.