Cotidiano

Ecopark Morumbi não aguenta um mês inteiro

Vandalismo deixa suas marcas no Ecopark Morumbi (Foto: Aílton Santos )

Uma obra voltada especialmente para a comunidade, o Ecopark Morumbi, na zona norte de Cascavel, cuja inauguração completa um mês neste sábado, já tem espaços depredados. E os estragos são grandes. Em uma das entradas um pilar que estava no meio de uma ciclovia foi arrancado por vândalos, que queriam entrar com um carro no parque.

Torneiras dos bebedouros estão quebradas e alguns brinquedos dos parquinhos também já foram destruídos.

“Infelizmente, ainda não conseguimos pôr mais segurança no parque. Já solicitei mais pessoas para fazer rondas. Essa é uma das regiões onde mais sofremos com vandalismo. Até com carro já entraram no parque. É uma situação bem complicada”, explica o secretario de Meio Ambiente, Alcione Gomes.

Isaias Franco mora na região e reclama: “É muito vandalismo no parque. O pessoal quebra as mudas das árvores, depreda os espaços, quebra as coisas. À noite usam drogas aqui. Está bem complicada a nossa situação aqui”.

O secretário diz que as torneiras e pilar da ciclovia foram quebrados por vândalos, mas que ainda investigam de quem é a responsabilidade pela cerca de palito de cimento, já que alguns deles já estão quebrados.

Ainda não está pronto

As obras do Ecopark Morumbi foram entregues dia 15 de novembro, mas não estão 100% prontas. “A empresa ainda está trabalhando e ajustando algumas coisas. Em breve será dada a documentação de finalização do projeto”, explica o secretário de Meio Ambiente, Alcione Gomes.

Os banheiros do Ecopark ainda não foram ativados. Motivo: falta de pessoal para cuidar da limpeza. “Ainda temos que acertar a parte de zeladoria do parque com uma empresa de limpeza para que esses espaços possam ser abertos para a população”.

A empresa que executa a obra é a Contersolo Ltda. O parque representa um investimento aproximado de R$ 17 milhões e faz parte do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado), recebe recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) com contrapartida do Município.