Cotidiano

Bancários iniciam negociação

Assembleias dos bancários de Cascavel aconteceram em locais diferentes na noite de segunda-feira (Foto: Jaime Scussiatto/Divulgação)

O Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região realizou assembleias gerais extraordinárias na noite de segunda-feira (11), em sua sede administrativa, dos funcionários do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e dos bancos privados. Na ocasião, os bancários aprovaram as pautas reivindicatórias dos respectivos bancos.

O presidente do Sindicato de Cascavel e da Federação da classe no Paraná, Gladir Basso, explica que as minutas de reivindicações dos bancários do Banco do Brasil, da Caixa e dos bancos privados serão entregues pela Contec (Confederação Nacional dos Bancários) aos bancos, via Fenaban, hoje, durante encontro que ocorrerá a partir das 13 horas, em São Paulo.

Reivindicações

Nesta campanha salarial - conforme ficou definido no Encontro Nacional, realizado em São Paulo de 25 a 27 de maio -, os bancários reivindicam reajuste com base no INPC dos últimos doze meses (setembro/2017 a agosto/2018) mais aumento real de 5%, e aumento real de 10% sobre verbas e benefícios, como vale-alimentação e cesta-alimentação.

Outras reivindicações

Além da questão salarial, a classe pede ainda: Contratação de mais bancários para atender a demanda de serviços e evitar a extrapolação da jornada de trabalho; Homologações das rescisões de trabalho voltem a ser realizadas nos sindicatos, já que alguns bancos, entre eles o Santander, Itaú e Banco do Brasil, vêm realizando essas homologações em suas agências, brecha essa aberta pela reforma trabalhista; maior participação na PLR; Fim das metas abusivas e do assédio moral; Fim das terceirizações; Melhoria da segurança nas agências; Melhoria no ambiente de trabalho para prevenir e combater as doenças ocupacionais.