Cotidiano

Astrônomos alertam sobre asteroide 'perdido' que se aproxima da Terra

(Foto: Divulgação )

O asteroide 2010 WC9 foi avistado pela primeira vez em 30 de novembro de 2010 com a ajuda do Catalina Sky Survey, um programa de investigação que visa encontrar cometas, asteroides e objetos próximos da Terra, da Universidade do estado norte-americano de Arizona, informa a Earthsky.

Os astrônomos conseguiram acompanhar o corpo celeste somente até 1 de dezembro, quando ele desapareceu do campo de visão. No entanto, depois de quase oito anos, a equipe do observatório voltou a localizar o corpo novamente.

O asteroide se aproximará da Terra em 15 de maio de 2018, passando a uma distância de 203.453 km, equivalente a cerca de metade da distância entre o nosso planeta e a Lua. O seu diâmetro pode variar entre 60 e 130 metros. Assim, essa poderia ser uma das maiores aproximações de um asteroide desse tamanho já registrada.

Segundo os astrônomos, o asteroide tem um tamanho médio, mas é maior do que o meteorito de Chelyabinsk, que caiu na Rússia em 2013 causando danos e ferindo cerca de 1.400 pessoas.