Esporte

Arbitral é marcado e dirigentes vão atrás de laudos para estádios

Presidente da FPF, Helio Cury, durante arbitral do último campeonato

Cascavel - A Federação Paranaense de Futebol convocou os dirigentes das 12 equipes que disputarão a elite do Estadual em 2019 para a reunião arbitral que deliberará sobre o próximo campeonato. O encontro será no próximo dia 23 (terça-feira), às 10h, no Hotel Lancaster, em Curitiba.

O edital de convocação também destaca o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado com o Ministério Público em setembro de 2016 e que diz respeito aos novos prazos para as equipes apresentarem laudos técnicos de seus estádios. A data termina no próximo dia 21 de novembro. Por isso, os dirigentes já buscam a renovação dos laudos.

Em Cascavel, o laudo da vigilância sanitária está vencido desde 18 de julho e este foi um dos motivos apontados pelo presidente do FC Cascavel, Valdinei Silva, pela impossibilidade de o local receber a partida entre Paraná Clube e Flamengo pelo Brasileirão, no próximo dia 21. Já o laudo de engenharia vencerá mês que vem, enquanto o de segurança estará em dia até dezembro e o de prevenção a incêndio tem vigência até janeiro.

“Já solicitamos a renovação aos órgãos competentes e os responsáveis deverão visitar o estádio nos próximos dias. A maior preocupação é com o TAC que temos com o Corpo de Bombeiros. Vamos analisar se resolveremos o grau de inclinação de uma das rampas de acesso ou se solicitaremos novo TAC”, explica o secretário de Cultura e Esportes de Cascavel, Cleber Fonseca.

O TAC em questão foi firmado para o campeonato de 2017 com encerramento em janeiro deste ano e prorrogado para vencer em janeiro de 2019, para que o Olímpico pudesse receber jogos do Estadual 2018. O imbróglio se dá pela inclinação de uma das rampas de acesso às arquibancadas, que está fora dos padrões de acessibilidade.

Situação protocolar em Toledo e Foz

Em Toledo e Foz do Iguaçu os dirigentes das equipes locais também já solicitaram a renovação dos laudos e agora enfrentam os trâmites naturais do processo. “Para este ano não pretendemos mudar nada, apenas renovar os laudos. Já para o ano que vem a ideia é mexer no gramado e também nos vestiários, mas isso vai depender de orçamento”, explica e antecipa o presidente do Toledo Esporte Clube, Carlos Dulaba. O Estádio 14 de Dezembro terá os laudos de segurança, prevenção a incêndio e de condições sanitárias vencendo em novembro, ao passo que o de engenharia venceu em maio.

Já o presidente do Foz do Iguaçu, Arif Osman, trabalha em conjunto com o ABC Futebol Clube, equipe amadora detentora do estádio onde o Azulão manda seus jogos, para renovar os laudos: “Os laudos estão em fase de conclusão e serão entregues dentro do prazo”. O Estádio do ABC está com os laudos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros vencidos, ao passo que o da Vigilância Sanitária vencerá mês que vem e o engenharia vencerá em junho de 2019.

O Estadual 2019

A reunião arbitral do Paranaense de Futebol 2019 deverá definir apenas as datas da competição, já que o regulamento será o mesmo de 2018, devido ao formato de disputa precisar ser mantido por pelo menos dois anos, de acordo com o Estatuto do Torcedor. Neste ano, de maneira inédita, o campeonato foi disputado no sistema de Taças (Dionísio Filho e Caio Júnior), com as equipes separadas em dois grupos.

Com o rebaixamento de União e Prudentópolis, e a ascensão de Cascavel Clube Recreativo e Operário, a Primeira Divisão do Paranaense 2019 contará com: Atlético, Cascavel CR, Cianorte, Coritiba, Foz do Iguaçu, FC Cascavel, Londrina, Maringá, Paraná Clube, Operário, Rio Branco e Toledo.