Política

Alvaro Dias participa de evento com líderes do PR

Alvaro apresentou suas propostas e ouviu as demandas de vários setores paranaenses (Foto: Divulgação )

Curitiba - O senador paranaense Alvaro Dias (Podemos) foi a grande estrela de um evento suprapartidário realizado ontem de meio-dia no restaurante Madalosso, em Curitiba. Participaram do evento líderes empresariais e políticos do Paraná, como prefeitos, vereadores e outros líderes políticos. Alvaro é pré-candidato à Presidência da República.

O evento foi organizado pelo MSM (Movimento Suprarpartidário pelo Desenvolvimento) do Paraná, comandados pelo ex-governador Mário Pereira e pelo empresário Francisco Simeão.

Por orientação do próprio senador, nenhum dos pré-candidatos ao governo do Estado foi convidado, nem mesmo seu irmão, Osmar Dias (PDT).

Sinal claro que Alvaro insiste na tese de que, no Paraná, precisa do apoio de todos os candidatos para mostrar força na aldeia, independente de laços parentescos. O senador conta com o voto dos paranaenses para despontar nas eleições de outubro e garantir uma vaga no segundo turno.

Reivindicações

Além do seu discurso voltado à proposta de refundação da República, o qual Alvaro tem adotado por onde passa, ele foi alvo dos prefeitos. O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, entregou ao senador e pré-candidato um conjunto de reivindicações dos prefeitos do Estado. A AMP fará o mesmo em relação a todos os candidatos a presidente da República em passagem pelo Paraná.

"Os prefeitos precisam ser ouvidos como lideranças por aqueles que realmente representam a população do Paraná e do Brasil, como o senador Alvaro Dias. O que queremos não é diferente do que os municípios brasileiros querem. Precisamos que as nossas propostas façam parte do plano de governo do candidato para administrar o nosso Brasil, caso o senador Alvaro Dias seja eleito", disse Schiavini, durante o almoço.

Dentre as principais propostas apresentadas pela AMP estão: Revisão do Pacto Federativo, garantindo mais recursos para as prefeituras; revisão da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) dos Precatórios; derrubada, no STF (Supremo Tribunal Federal), da liminar do ISS (Imposto sobre Serviços) proporcionando mais verbas para as prefeituras; solução para os fundos próprios de Previdência Social dos municípios; e a flexibilização da contratação de comissionados.

O senador Alvaro Dias defendeu a revisão do pacto federativo (o que, segundo ele, garantiria mais recursos para as prefeituras executarem as ações necessárias para o atendimento da população), o combate duro à corrupção, o fim dos privilégios das autoridades públicas e a realização de reformas estruturais para garantir que o Estado reduza as injustiças e promova o desenvolvimento socioeconômico do País. "Quero promover a reabilitação do sonho do povo de viver em uma grande nação, mais próspera, justa, fraterna e solidária", disse o pré-candidato.