Cotidiano

Aeroporto receberá mais R$ 25 milhões em obras

Serão R$ 16 milhões investidos na construção, mais R$ 8,5 milhões em pátio de aeronaves e duplicação de via
(Foto: Divulgação )

Cascavel - Uma obra com um custo considerável aos cofres públicos: R$ 25 milhões. Depois de 11 meses de trabalho, o projeto do Terminal de Passageiros do Aeroporto de Cascavel está pronto.

Agora a prefeitura precisa renovar o convênio com a SAC (Secretaria de Aviação Civil). Isso foi garantido pelo ministro dos transportes, Maurício Quintella, quando esteve em Cascavel no fim do mês passado. A abertura da licitação só pode ocorrer depois dessa assinatura. A administração municipal espera que a licitação seja lançada ainda neste ano, para que no início de 2018 já saiba quem vai continuar a obra abandonada pela empresa Onça Construções ainda ano passado.

Depois de uma série de problemas e de alegar falta de pagamento por parte do Estado, a Onça teve o contrato rompido e foi aí que o processo se enrolou. A obra deveria estar pronta desde 2015.

O novo projeto apresentado pela atual gestão apresentou previsão de uma estrutura bem maior do que a primeira proposta. Em vez de 2,5 mil m², serão 6 mil m²: 85% do que foi construído será reaproveitado.

Para fazer tudo isso, serão gastos R$ 16 milhões, sendo R$ 3,5 milhões que restaram do convênio anterior, com previsão de término da obra em 12 meses.

Enquanto o terminal é construído, a administração pretende duplicar a via que leva até o aeroporto, construir um estacionamento de veículos e um pátio de aeronaves. Para isso, a prefeitura contratou empréstimo com o Estado no valor de R$ 8,5 milhões.

Previsões

O novo terminal prevê: sala de embarque e de espera; sala VIP; lanchonete; quiosque; estacionamento para 398 veículos com acesso ao terminal por escadas e rampa; área coberta para as lojas comerciais externas e entradas com acessibilidade; praça de alimentação no piso superior com restaurante; lanchonete; sanitários e mirante; sanitários com acessibilidade; infantil; ostomizados e fraldário; área técnica coberta para recebimento e despacho das bagagens e pátio para até três aeronaves modelo boeing 737-800, com capacidade para 215 passageiros cada uma.