Blogs | Newsletter | Fale Conosco |
Variedades

A loucura interpretada em passos de dança

12/09/2013 às 00:00 - Atualizado em 31/08/2014 às 20:29

Divulgação

Quem gosta de dança não pode deixar de assistir ao espetáculo Follia, com Juliana Carletto Cia de Dança, atração do Circuito Cultural Sesi que será apresentada no Centro Cultural Gilberto Mayer hoje às 20h.

Além de Cascavel, Follia também será apresentado amanhã em Nova Santa Rosa, no Centro Cultural Gustavo Fischer, e sábado em Palotina, no Teatro Municipal Ludovico Riedi. Em todas as cidades o ingresso é gratuito.

Significando loucura, demência, exagero ou fantasia, Follia foi base de estudo para o espetáculo que traz para os dias de hoje as diferentes significações que a palavra loucura recebeu ao longo da história. Desde os tipos de loucura identificados por Sócrates até a forma com que a esquizofrenia é vista atualmente, tudo converge na loucura produzida pelo estresse do cotidiano contemporâneo. Coreografado por Juliana Carletto, o espetáculo faz uma reflexão sobre a palavra na língua italiana.

Criado pelo Sesi, o Circuito Cultural tem por objetivo levar espetáculos artísticos a todo o Paraná, passando pelas regiões Metropolitana de Curitiba, Campos Gerais, Norte, Noroeste, Oeste e Sudoeste.

Juliana Carletto Cia de Dança

A Cia. de Dança Juliana Carletto surgiu no ano de 1999, com o objetivo de divulgar a linguagem do Jazz Dance em Curitiba. Durante sua trajetória, participou de diversos eventos e renomados festivais de dança do País, dentre eles o Festival Internacional de Joinville (SC), Festival Mery Rosa (Itajaí, SC), Festival Passo de Arte (Indaiatuba, SP), nos quais recebeu premiações e reconhecimento da crítica especializada. A partir de 2005, a Cia. iniciou a fase de pesquisas na linguagem Modern Jazz, de onde surgiu o espetáculo Origens, marco inicial de uma fase repleta de pesquisas sobre movimento e as mais diferenciadas linguagens corporais. Nos anos seguintes, a mesma linha de pesquisa levou aos palcos curitibanos mais três espetáculos: Colcha de Retalhos, O Destino na Palma das Mãos e 5 Sentidos.

O ano de 2009 foi dedicado exclusivamente ao estudo literário e coreográfico da obra apresentada no projeto Poemas de Uma Vida, baseado na vida e obra de Vinícius de Moraes. Em 2010, a pesquisa para o espetáculo Follia foi dedicada ao estudo da loucura e do estresse dos dias atuais. A proposta de 2011 é um espetáculo com uma nova proposta, é o Ateliê Coreográfico, dando oportunidade aos bailarinos pesquisarem, criarem e reproduzirem suas próprias coreografias. A Cia também foi convidada para dançar em Portugal em junho de 2012, o espetáculo Poemas de Uma Vida, no festival CisterMúsica - CisterDança em Alcobaça.