Blogs | Newsletter | Fale Conosco |
Polícia

Após rebelião, detentos continuam foragidos da Delegacia de Pinhais

11/05/2013 às 00:00 - Atualizado em 01/09/2014 às 17:58

A rebelião na Delegacia de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, que começou por volta das 18h de quinta-feira e só terminou às 23h15, resultou em 15 presos foragidos e pelo menos três policiais feridos.

O tumulto começou quando um grupo tentou resgatar alguns detentos na carceragem. O grupo invadiu a delegacia e trocou tiros com os policiais de plantão. Três deles acabaram atingidos.

De acordo com o delegado Luiz Alberto Cartaxo, do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial, da Polícia Civil, durante a fuga os outros detentos que estavam na delegacia pegaram as armas da polícia e iniciaram o motim. Também há a suspeita de que uma das armas tenha sido entregue aos marginais por um funcionário da carceragem.

Enquanto a delegacia era cercada por policiais civis, militares e pela Guarda Municipal de Pinhais, na rua a polícia continuava as buscas aos fugitivos.

Depois de várias horas de negociação, os detentos finalmente decidiram entregar as armas e acabar com a rebelião. Até o fechamento desta edição, dos 15 presos que fugiram, apenas oito haviam sido recapturados.