Cidades

Assis Chateaubriand resgata sua história ao completar 46 anos

19/08/2012 às 00:00 - Atualizado em 01/09/2014 às 20:42

Cerca de 3,5 mil pessoas vão participar do desfile cívico nesta segunda-feira, em comemoração aos 46 anos de emancipação político-administrativa de Assis Chateaubriand. Entre as principais atrações, a Banda do Exército.

Conforme a responsável pela organização do desfile, secretária municipal de Educação Railda Moraes, o número de pelotões participantes neste ano superou as expectativas. “Vamos resgatar a nossa história e trazer para aqueles que não a conhecem”, ressalta.

Em 20 de agosto de 1966, Assis Chateaubriand se desmembra de Toledo. Entretanto, sua história começa a ser montada anos antes, em 1952. Nessa época, colonizadores batizaram o território como “Campo dos Baianos”, posteriormente passando a ser conhecida como “Cidade Morena”.

Em 1958, o então distrito ganha o nome de Tupãssi e em 1966, passa a se chamar Assis Chateaubriand.

Um dos colonizadores, Adízio Figueiredo dos Santos, já falecido, relatou que em 1952 teve início a exploração de terras. De acordo com o pioneiro, as terras roxas atraiam muitos especuladores para cá. Em 1952, Toledo estava recém-emancipada.

Em 1959 chegavam os primeiros compradores de terras. Em 1960 começavam as primeiras construções. A abertura do povoado partiu do Jardim Progresso, onde abriram um campo de pouso de aviões para o desembarque dos funcionários e diretores da Colonizadora Norte do Paraná.

Em 1975, Assis Chateaubriand já figurava entre as Comarcas de Instâncias Intermediárias. Do surgimento das primeiras casas até a condição de Comarca, passaram-se apenas oito anos. Assis Chateaubriand foi um dos únicos municípios brasileiros a conquistar todo esse desenvolvimento em um curto espaço de tempo.

É importante relatar outro fenômeno que marcou esta trajetória: a explosão demográfica, chegando à casa dos 113 mil habitantes na década de 1970. Hoje o município conta com 33.025 habitantes, sendo a agricultura sua principal fonte de renda.

Aldo Nunes
Assis Chateaubriand atravessa um momento especial, voltado a garantir melhores condições de vida para a população

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade